No programa de hoje entrevistaremos o famoso ator de cinema, teatro, televisão e reunião de condomínio, Sebastião de Olivieri, ganhador de vários prêmios, tais como “revelação” (é fotógrafo nas horas vagas), “melhor ator cômico” (interpretando  personagem dramática), “melhor figurino” (aprendeu bordado, quando infante), e “melhor cenário”, por ser hábito seu representar, paradão, no meio do palco:

Tião, o que você passa no cabelo para que fique assim, seboso que só ele?

– A dicotomia triunfante, na arte de representar, transcende o onírico apogético e se transmuta ante a realística caleidoscópica e multiorgásmica.

Sei, mas explica uma coisa pro telespectador… com que diretor você anda dormindo, para poder trabalhar em tanta novela seguida?

– A metodologia da arte de representar se correlaciona com a dicotomia caleidoscópica multiorgásmica, apogeteando transcendentalmente em confluência com o eu cósmico.

Foi bom você lembrar disso… e a tua mãe, ainda trabalha na zona pra você poder comprar roupas tão caras?

– O processo de sublimação onírica e apogética da arte de representar, transcende, de bom grado, ao caleidoscópio realístico.

Bem… conversamos com Sebastião de Olivier, ator tarimbado e carimbado que aproveita pra divulgar o telefone para shows. Quem quiser entrar em contato, deve vir de banho tomado.

 Nossos comerciais, por favor…

Anúncios